TD Software

5 FORMAS DE APROVEITAR A INTERNET DAS COISAS EM SUA PROPRIEDADE RURAL

Os recursos tecnológicos têm ganhado cada vez mais espaço em empresas, comércios e também no setor agropecuário. Também não seria para menos, afinal, tudo aquilo que venha a agilizar e otimizar as atividades cotidianas sempre serão bem-vindas; principalmente porque é muito gratificante para os produtores cuidar das plantações ou rebanho e colher os frutos desse trabalho através dos rendimentos obtidos. Todas as etapas da produção necessitam de cuidados especiais, sendo assim, eles podem e devem utilizar diversas ferramentas tecnológicas para ajudá-los a tornar o trabalho mais prático. 

Atualmente temos como auxiliar nessas tarefas a IoT, ou “Internet das coisas”, traduzindo a sigla para o português. A função das IoT é exatamente fazer todo o trabalho de monitoramento da produção em tempo real, enviando dados sobre rendimentos, ameaças e demais informações a respeito da propriedade de maneira eletrônica. Com a internet das coisas é possível monitorar rebanhos inteiros através de dispositivos tecnológicos, associados a sistemas de GPS e/ou via satélite, ajudando a aumentar a produtividade, reduzindo as despesas da produção e evitando a perda de recursos, inclusive o tempo.

Veja agora 5, entre as principais vantagens de se aderir à internet das coisas para a facilitação do trabalho na sua propriedade rural: 

1. Capacidade de controle à distância

Como já mencionado anteriormente, a IoT se trata de um sistema de monitoramento totalmente eletrônico, descartando a necessidade de se fazer presente o tempo inteiro para verificar como andam as coisas. 

E é exatamente essa a maior vantagem desse tipo de sistema. A praticidade de se poder acessar os dados a qualquer hora e de qualquer lugar utilizando apenas dispositivos de conexão como smartphones, tablets ou computadores, dispõe de um conforto muito maior ao produtor, além de proporcionar que o mesmo tenha bem mais tempo disponível para investir em outras coisas, ou até mesmo em ações de reparos de danos à propriedade. As informações de comunicação do agricultor podem ser armazenadas e reunidas em nuvem, de forma digitalizada.

2. Maior controle do rebanho

Imagina que para alguns produtores rurais é super comum que o acompanhamento do rebanho seja realizado presencialmente e um a um. É verificado o estado de saúde do animal, controle de vacinas, verificação de parasitas e aplicação de medicamentos. Todo esse trabalho, dependendo do tamanho do rebanho, pode levar horas ou até dias.

Já a identificação de rebanho através de brincos eletrônicos, chips rastreadores e outros dispositivos de rastreamento, são alguns dos equipamentos utilizados no sistema IoT, contendo informações completas sobre o estado de saúde do animal, em tempo real e de maneira totalmente eletrônica, descartando a necessidade de se locomover até o local onde o animal está e, assim, poupando muito mais tempo. 

3. Maior controle da plantação 

O sistema IoT também se estende ao monitoramento de plantações. Os agricultores podem utilizar sistemas de áudio e vídeo para garantir que sua plantação esteja bem. Mas, para monitorar seus produtos, como a umidade do solo, condições climáticas, o nível de nutrientes e  identificação de pragas e vegetações nocivas,  a agricultura moderna utiliza computadores que detectam o que está acontecendo. 

Esse monitoramento rápido, prático e totalmente eletrônico, facilita para que o agricultor possa intervir diretamente e muito mais rápido nas áreas específicas que estão necessitando de supervisão. Consequentemente, também se economiza tempo e dinheiro. 

4. Maior lucratividade em relação aos concorrentes 

Ao instalar sistemas de monitoramento em sua propriedade, o agricultor certamente passará a produzir mais em menos tempo, economizando recursos e identificando mais rapidamente as falhas, podendo ser solucionadas antes mesmo de acontecerem maiores imprevistos. 

Se dizem que tempo é dinheiro, com certeza a produção irá lucrar bem mais com a utilização dessas tecnologias.  

5. Controle de máquinas e equipamentos 

Outro fator que também influencia muito no resultado da produção são as condições dos equipamentos e maquinários de trabalho. 

Através do sistema de Telemetria, é possível monitorar também as máquinas que desempenham o trabalho no campo. Por meio dos sistemas digitais conectados à internet, os dados sobre essas máquinas são coletados e podem ser acessados remotamente para avaliação das condições adequadas de trabalho, taxas de combustível, aquecimento controlado, rotas realizadas, entre outros… 

Assim, concluímos que a tecnologia está aí para ser uma grande aliada no desempenho da produção. Apesar de nem sempre se tratarem de sistemas baratos, seu funcionamento se torna cada vez mais comum, com sua efetividade comprovada e taxas de aprovação muito satisfatórias. Sem dúvidas, o investimento valerá muito a pena.

Conheça nossos Softwares clicando aqui.

Autor: TD Software

Leia outros artigos